PRAZER EM SERVIR



INTRODUÇÃO
Não fomos chamados por Cristo para sermos servidos, mas sim para servir a Deus em primeiro plano e a partir daí, ao nosso próximo. A decisão de Cristo em servir é o que gera em nós o mesmo sentimento e desejo.
Filipenses 2.5-8 - estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus, para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça, pela sua bondade para conosco em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, por s gentios, e eles à vem de vós, é dom de Deus;
A maior força do Cristianismo é o ato maravilhoso de SERVIR...
Marcos 10.45 - Pois também o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos.
A Bíblia conta a história de uma mulher virtuosa, esse sentia prazer em servir; o seu nome era Marta, a irmã de Maria e Lázaros moradores da pequena Betânia, as atitudes da irmã Marta eram tão positivas aos olhos de Jesus, que chegava a atrair a presença do mestre.
A irmã Tábata, também alcançou em Deus essa convicção e adquirindo o prazer em servir; Atos.9.36-43- Havia em Jope uma discípula por nome Tabita, que traduzido quer dizer Dorcas, a qual estava cheia de boas obras e esmolas que fazia. Ora, aconteceu naqueles dias que ela, adoecendo, morreu; e, tendo-a lavado, a colocaram no cenáculo. Como Lida era perto de Jope, ouvindo os discípulos que Pedro estava ali, enviaram-lhe dois homens, rogando-lhe: Não te demores em vir ter conosco. Pedro levantou-se e foi com eles; quando chegou, levaram-no ao cenáulo; e todas as viúvas o cercaram, chorando e mostrando-lhe as túnicas e vestidos que Dorcas fizera enquanto estava com elas. Mas Pedro, tendo feito sair a todos, pôs-se de joelhos e orou; e voltando-se para o corpo, disse: Tabita, levanta-te. Ela abriu os olhos e, vendo a Pedro, sentou-se. Ele, dando-lhe a mão, levantou-a e, chamando os santos e as viúvas, apresentou-lha viva. Tornou-se isto notório por toda a Jope, e muitos creram no Senhor. Pedro ficou muitos dias em Jope, em casa de um curtidor chamado Simão.
O discípulo só é caracterizado e identificado como tal, a medida do seu envolvimento com o servir ao Senhor, quanto mais eu sirvo, mais relacionamentos de bênçãos serão construídos em minha vida.

Site Oficial: